<>

Home » Poesias Segunda-Feira, 16 de Julho de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]



por:

Para ti, mãe, escrevi este poema
É muito pouco para expressar o que sinto
Talvez seja um grão de areia no oceano
Não traduz todo o meu amor tão profundo
Diante do que para mim fostes no mundo!

A ti devo o que sou e o que tenho
Deste-me a vida, o carinho, a mão amiga
Hoje sei que estás de mim muito distante
Mas enquanto nesta vida eu existir
Tu estarás sempre comigo a cada instante!

Apesar de não poder mais te abraçar
Nem tuas mãos e teus cabelos afagar
Trarei sempre viva em mim tua lembrança
Pude estar ao teu lado desde criança
Em meu peito hás de sempre ter lugar!

Desde a tarde de domingo em que partistes
Dói a saudade e o meu ser se entristeceu
Dentro de mim deixastes imenso vazio
Que faz a lágrima brotar dos olhos meus
Mas reconforta-me, mãe, a grande certeza
De que no céu vives feliz junto de Deus!