<>

Home » Poesias Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]


Luz
por: Fabiano M. Amorim

Quiçá te tera nos meus braços,
Quiçá te faças feliz.

Luz resplandeces calada,
Luz quem viras amá-la
como hoje e sempre amei.

Lucidez;
clareia meu ser,
meu lugar,
as razões,
as paixões,
meu viver.

O lume...
chama melodiosa qoe trazes sem perceber.
Não notas as mil belezas retidas em ti.

A lua e o sol envejam teu brilho,
o escuro e o sombrio nãop veres passar,
pois és a mais bela das belas
Te envejam o sol e a luz do luar.

Me guie nos meus dias tristes.
Me leve pra qualquer lugar.
Me mostre o caminho agora.
futilidade seria não admirar do seu esplendor.

Luz
resplandeces calada,
no seu colo meu paradeiro fui achar,
pois és a mais bela das belas.
Te envejam o sol e a luz do luar.

Quiçá te tera em meus braços.
Quiçá te faças feliz,
... Já és!

Tens força,
Tens coragem,
O espelho que refletes o bem.
Ilumina
com seu lume,
seu brilho
que me pegas e me faz
seu refém no presente e eternemente.